Dúvidas Mais Frequentes

Nesta seção você poderá tirar algumas de suas dúvidas, confira abaixo:

1. Como é o pós-operatório da lipoaspiração?
Como todo procedimento cirúrgico, o pós-operatório é um pouco desconfortável, mas se o paciente fizer repouso e for disciplinado com a medicação, em alguns dias já poderá voltar às suas atividades diárias.

2. Há necessidade de internação?
Na maioria das vezes o paciente recebe alta no mesmo dia.

3. É necessário o uso da cinta pós-operatória? E por quanto tempo?
Sim, de um a dois meses, conforme avaliação do cirurgião.

4. No caso da Rinoplastia, ficarei roxo(a) por quanto tempo?
Esse quadro permanecerá durante os primeiros dias, mas em uma semana com a utilização correta dos medicamentos, já diminuirá essa situação desconfortável.

5. Quais Hospitais que vocês trabalham?
Hospital São Luiz, Instituto Salt Lake e Hospital Saint Peter.

6. Depois de quanto tempo posso voltar a trabalhar após a realização de uma Prótese de Mama e/ou Lipoaspiração?
O retorno aos trabalhos leves poderá ser feito após três dias.

7. Qual a diferença entre a lipoaspiração e a liposcultura?
A lipoaspiração é a retirada da gordura das partes mais desfavorecidas do corpo, enquanto a lipoescultura retira a gordura que é usada depois para esculpir o corpo.

8. Posso voltar a praticar esportes depois de quanto tempo?
De acordo com a cirurgia realizada. Em média de dois a três meses.

9. Posso realizar mais de uma cirurgia no mesmo dia?
Sim. Existem casos em que o cirurgião recomenda as operações conjulgadas.

10. Qual a quantidade de gordura que pode ser retirada em uma pipo?
É consenso entre os profissionais sérios que o limite de retirada da gordura não ultrapasse 7% do peso corporal.

11. No que a cirurgia de mama prejudica a amamentação?
Normalmente em nada. Tanto a cirurgia de colocação de prótese quanto a de redução preservam os tecidos mamários, permitindo que seja normal a amamentação.

12. Qual a importância e riscos das cirurgias plásticas?
O bem-estar psicológico está diretamente ligado ao bem estar físico. Um depende, e muito do outro. É difícil encontrar alguém que não esteja feliz com seu corpo e que esteja bem consigo.

É justamente para ajudar no equilíbrio entre mente e corpo que a Cirurgia Plástica pode ajudar, reafirmando e aumentando a auto-estima, muitas vezes deixada de lado por vários motivos.

Vale lembrar que a plástica é uma cirurgia como outra qualquer e por isso não deve ser realizada com exageros, isto é, não se deve acreditar que a cirurgia resolverá todos os seus problemas físicos, muito menos os psicológicos.

Outro fator que é importante lembrar é que a perfeição não existe e que devemos respeitar nosso biótipo ao buscar a cirurgia plástica como recurso estético.

Apesar de existirem riscos como em qualquer cirurgia, as plásticas contam com algumas vantagens, já que permite que os pacientes sejam avaliados mais profundamente, uma vez que não existe a urgência na cirurgia plástica.