11 de setembro de 2014

Falando sobre Lipoenxertia e Prótese de Glúteo.

bumbum

A busca por cirurgias plásticas crescem entre pacientes que desejam um bumbum modelado. Isso ocorre porque as mulheres estão perdendo, cada vez mais o medo, e deixando de lado o preconceito com esse tipo de procedimento.
Vale ressaltar que o resultado das cirurgias, nem a academia, nem a prática de exercícios físicos são capazes de trazer.

Há diversos procedimentos recomendados para dar esse tipo de efeito. No caso, a lipoenxertia e a prótese de glúteo. Mas, afinal, qual é a diferença entre ambas?

A lipoenxertia é o aproveitamento da gordura retirada na lipoaspiração. Ou seja, a gordura passa por um processo de filtragem para retirar os fragmentos indesejáveis e, em seguida, ela é enxertada na área do bumbum.

O procedimento é indicado para pessoas que precisam preencher áreas de depressão, ou para dar aumento de projeção no bumbum. Mas, para os jovens e pessoas muito magras, o mais recomendado é a prótese de glúteo, por conta da falta de gordura. Os resultados são mais naturais e quase não há cicatrizes. A desvantagem é que o procedimento tem validade e após redução dos inchaços é esperado que 30% do volume enxertado sejam absorvidos.

O que antes fazia o paciente levar até 15 dias para poder se sentar, agora leva apenas 5 dias. E, a temida cicatriz fica esteticamente bem posicionada.

O resultado é um bumbum com aspecto natural e arrebitado!

Foto: Reprodução Google.